p
fac    |  Colaboraciones: hand[a]lefthandrotation.com
 
GENTRIFICAÇÃO E INTRUMENTALIZAÇÃO DA CULTURA.
VILA PLANALTO.

Percebo a Vila Planalto como um exemplo onde o processo de gentrificação está ocorrendo. A vila interessa como exemplo de contradição ao planejamento da capital. É a anti-Brasília. O oposto da capital moderna. Em pleno coração do grande conjunto habitacional, sobrevive um vilarejo provinciano com aspectos bucólicos, representado na forma através de pequenas ruas e casas simples.
O bairro começa como um dos primeiros acampamentos para operários e engenheiro ocupados na construção de Brasília. Após a inauguração da capital, o bairro resistiu na clandestinidade até ser reconhecida como Patrimônio do Distrito Federal em 1988 (Bsb foi reconhecida Patrimônio da Humanidade em 1987), e até os dias atuais a propriedade da terra ainda não foi resolvida, sem a escritura definitiva da propriedade. No entanto a Vila Planalto é um parcelamento regular, com legislação urbanística completa e vigente . Em relação à situação fundiária, a Vila Planalto foi incorporada ao patrimônio da Companhia Imobiliária de Brasília – TERRACAP, em junho de 1990, com autorização provisória de ocupação e uso, com critérios definidos e vigentes. Quanto ao licenciamento, não existe qualquer obra licenciada na Vila Planalto.

PROLIFERAÇÃO DE VILA DO CHAVES (VILA DO CHAVO): CORTIÇOS E FLATS DE LUXO.
Levantamento oficial realizado em 2006 , verificou a existência de 81 casos de fracionamento de lotes, cerca de 8% do total de lotes registrados.
Além do fracionamento físico dos lotes, foram constatados o fracionamento de unidades habitacionais, a criação de condomínios urbanísticos e a implantação de edificações coletivas com características de pousada/hotel. Constatou-se também 188 construções com dois pavimentos e 22 com três pavimentos, totalizando 210 construções com mais de um pavimento, representando cerca de 20% do total de 1.020 lotes do parcelamento oficial (o Censo de 2000 feito pelo IBGE constatou a existência de 1634 domicílios). No que diz respeito à ocupação de áreas públicas, foram constatadas ocupações de becos, áreas intersticiais, adjacentes a lotes e conjuntos, destinadas a urbanização – áreas verdes, circulação e praças.

CARACTERÍSTICAS DOS MORADORES DA VILA PLANALTO.
Conhecidos por Vilenos, a população recenseada em 2000 era de 5965 habitantes, estima-se que em 2011 alcance cerca de 8.000 habitantes, composta por descendente de pioneiros e dos primeiros trabalhadores da esplanada dos ministérios, motoristas, serviçais e cozinheiros (morou na vila o Sr. Rosental, cozinheiro do presidente JK), garçons, professores universitários, artísticas, músicos e artesãos. Isto é, ali há a representação da diversidade que é a população brasileira.

Flats (kitnet). Três habitações num único lote.

O beco é fundo. Seis medidores de consumo de água.

Essa casa é uma incónita no meio da praça.

Oficina de concerto de bicicletas. Meio de locomoção muito usado pelos moradores da Vila.

Oficina de eletrodomésticos. Notar que não há grade. Incomum em tempos de violência.

Lote vazio de propriedade do governo. Esperando para ser utilizado?

Primeiro consultório dentário da Vila Planalto. Servia aos operários na época da construção.

Primeiro consultório dentário da Vila Planalto. Servia aos operários na época da construção.
 
fac    |  Colaboraciones: hand[a]lefthandrotation.com