p
fac    |  Colaboraciones: hand[a]lefthandrotation.com
 
GENTRIFICAÇÃO E INTRUMENTALIZAÇÃO DA CULTURA.
VILA PLANALTO.

Percebo a Vila Planalto como um exemplo onde o processo de gentrificação está ocorrendo. A vila interessa como exemplo de contradição ao planejamento da capital. É a anti-Brasília. O oposto da capital moderna. Em pleno coração do grande conjunto habitacional, sobrevive um vilarejo provinciano com aspectos bucólicos, representado na forma através de pequenas ruas e casas simples.
O bairro começa como um dos primeiros acampamentos para operários e engenheiro ocupados na construção de Brasília. Após a inauguração da capital, o bairro resistiu na clandestinidade até ser reconhecida como Patrimônio do Distrito Federal em 1988 (Bsb foi reconhecida Patrimônio da Humanidade em 1987), e até os dias atuais a propriedade da terra ainda não foi resolvida, sem a escritura definitiva da propriedade. No entanto a Vila Planalto é um parcelamento regular, com legislação urbanística completa e vigente . Em relação à situação fundiária, a Vila Planalto foi incorporada ao patrimônio da Companhia Imobiliária de Brasília – TERRACAP, em junho de 1990, com autorização provisória de ocupação e uso, com critérios definidos e vigentes. Quanto ao licenciamento, não existe qualquer obra licenciada na Vila Planalto.

PROLIFERAÇÃO DE VILA DO CHAVES (VILA DO CHAVO): CORTIÇOS E FLATS DE LUXO.
Levantamento oficial realizado em 2006 , verificou a existência de 81 casos de fracionamento de lotes, cerca de 8% do total de lotes registrados.
Além do fracionamento físico dos lotes, foram constatados o fracionamento de unidades habitacionais, a criação de condomínios urbanísticos e a implantação de edificações coletivas com características de pousada/hotel. Constatou-se também 188 construções com dois pavimentos e 22 com três pavimentos, totalizando 210 construções com mais de um pavimento, representando cerca de 20% do total de 1.020 lotes do parcelamento oficial (o Censo de 2000 feito pelo IBGE constatou a existência de 1634 domicílios). No que diz respeito à ocupação de áreas públicas, foram constatadas ocupações de becos, áreas intersticiais, adjacentes a lotes e conjuntos, destinadas a urbanização – áreas verdes, circulação e praças.

CARACTERÍSTICAS DOS MORADORES DA VILA PLANALTO.
Conhecidos por Vilenos, a população recenseada em 2000 era de 5965 habitantes, estima-se que em 2011 alcance cerca de 8.000 habitantes, composta por descendente de pioneiros e dos primeiros trabalhadores da esplanada dos ministérios, motoristas, serviçais e cozinheiros (morou na vila o Sr. Rosental, cozinheiro do presidente JK), garçons, professores universitários, artísticas, músicos e artesãos. Isto é, ali há a representação da diversidade que é a população brasileira.

Isso não vai durar. A Gentrificação está chegando.

Nossa!

Simples e aconchegante.

Lá vem o Chaves.

Burguês.

Tristeza não tem fim, felicidade sim.

Kitnets e a divisão cromática.

Casa do Prof. do Centro de Desenvolvimento Sustentável da Univ. de Brasília. Dá vontade de engolir um saco plástico!
 
fac    |  Colaboraciones: hand[a]lefthandrotation.com